Remonta ao longínquo ano de 1988 o surgir da ideia da criação de um núcleo de Rádio Local em Aljustrel. Naquele ano, um grupo de jovens oriundos da claque desportiva “Juventude Mineira” de apoio às equipas de Hóquei em Patins do Sport Clube Mineiro Aljustrelense, começou a dar os primeiros passos no sentido de tornar real o que, até então, não passava de um sonho. Surge, mais ou menos de uma forma espontânea, a denominação de “Núcleo Rádio Local”.

Com a definição do grupo, bem como com a respetiva denominação, começaram a ser programadas diversas iniciativas todas elas visando a obtenção de fundos para operacionalizar todo este processo complexo de implementar uma rádio local.

De referir que a legislação que veio regulamentar as rádios locais, pondo fim á época clandestina (rádios piratas), surge no momento em que os meios financeiros disponíveis eram ainda bastante escassos, para além de um longo processo burocrático a que tínhamos que fazer frente num limitado espaço de tempo, o que nos colocou inúmeros entraves para levar por diante a candidatura ao alvará de radiodifusão sonora.

Não nos sendo possível apresentar a candidatura para atribuição de alvará, em virtude das dificuldades já enumeradas, fomos obrigados a esperar que um novo processo de candidatura tivesse lugar. Para que isto viesse a acontecer decorreram vários anos (9 anos aproximadamente) sem que por parte do poder político, tal decisão fosse tomada.

O grupo “Núcleo Rádio Local” não desmobilizou a sua atividade de angariação de fundos até que, em janeiro de 1993, é constituída em Aljustrel, a TLA / Telefonia Local de Aljustrel – Cooperativa de Informação e Cultura, C.R.L., integrando 16 cooperadores.

Em 1998, foi aberto concurso para atribuição de Alvará de Radiodifusão Sonora à frequência do Concelho (92.6 MHz), para o qual a cooperativa elaborou a candidatura.
É apenas em Março de 2001 que é atribuído o Alvará para o exercício de Radiodifusão Sonora, emitido pela Alta Autoridade para a Comunicação Social.

Em Agosto de 2001, deu-se início às primeiras sessões experimentais, no Quartel de Bombeiros Voluntários de Aljustrel, enquanto se procedia a obras de montagem dos estúdios, dos diversos equipamentos radiofónicos e do centro emissor.

As emissões regulares começaram em novembro do mesmo ano, nos estúdios na Rua São João de Deus, n.º 21, até aos dias de hoje. A TLA/Telefonia Local de Aljustrel – Cooperativa de Informação e Cultura, C.R.L., é uma rádio generalista de âmbito local que pauta a sua atividade pela defesa dos interesses da vila e do concelho de Aljustrel e da região de uma forma abrangente. Produz e divulga informação local e regional, com objetividade e isenção, promove a música portuguesa e o desporto e, de um modo geral, a cultura desta região, para além de difundir publicidade comercial.

Através dos serviços informativos, dos espaços musicais e de entretenimento, dos programas desportivos e da publicidade, bem como da realização de iniciativas de índole cultural, promove o Concelho de Aljustrel em particular e o Alentejo em geral, assumindo-se como um agente de desenvolvimento da região.

Dois estúdios, um de emissão e outro para produção e, uma redação, apetrechados com modernos equipamentos radiofónicos, chegamos a concelhos limítrofes como os de Castro Verde, Ourique, Almodôvar, Odemira, Santiago do Cacém, Sines, Grândola, Ferreira do Alentejo, Alvito, Beja entre outros e, através de emissão online (Projeto Roli), a todo o mundo, nomeadamente à enorme comunidade de emigrantes Aljustrelenses e de outros pontos do País que assim ouvem também a sua rádio, a TLA.

Para o regular funcionamento das suas emissões, a TLA/Telefonia Local de Aljustrel, possui na sua estrutura, diretores de programação e informação, responsáveis pela produção, uma jornalista e mais de 15 colaboradores/animadores, para além dos elementos que fazem parte da direção que contribuem, em muito, para o bom funcionamento da rádio.

 

Hoje
Ontem
Este Mês
Total
127
356
9346
156382

Temos 15 visitantes e sem membros em linha